Mensagem enviada por: wilton musquim
Enviada em: quinta-feira, 21 de outubro de 2010 10:04
Para: undisclosed recipients:
Assunto: preste atenção

Enviado por Marcos Cavalcanti

Quem se acha, vive perdendo…

Quem se acha, vive se perdendo… (Noel Rosa)

Este é o último texto que escrevo sobre as eleições.

Antes de mais nada, acho que é um ENORME avanço termos tido uma eleição com Marina, Dilma e Serra como principais candidatos. Lembram-se que antes a disputa era com Collor, e que tivermos Sarney? Pois é, pelo menos o presidente será uma pessoa séria.

Mas como não costumo ficar em cima do muro, gostaria de apresentar alguns dados para nossa reflexão. O texto ficou um pouco longo, mas acho que não custa nada debatermos em cima de números concretos.

Em primeiro lugar, é verdade que "nunca antes na história do nosso país":
– tantas crianças estejam na escola: em 1990 apenas 85% das crianças estava na escola, no final do governo FHC 96% estavam na escola e em 2009 chegamos a 98% das crianças na escola básica. No nível médio o salto foi mais espetacular ainda: passamos de 35% de adolescentes na escola (em 1990) para 71% ao final dos dois governos FHC e agora, ao final de dois governos lula chegamos a 75%.
– a inflação era de 1082%/ano em 1994, passou para 7% em 2001 (final dos governos FHC) e 5% agora.
– na área social, nunca tiramos tanta gente da miséria. Nosso IDH (indice de desenvolvimento humano) era de 0,64 em 1995 (antes da era FHC), passou para 0,77 em 2001 e em 2009 atingiu 0,81.
– nunca contratamos tanto professor nas universidades públicas.
– na área internacional, o Brasil nunca foi tão elogiado.

Em resumo, quando comparamos o Brasil de hoje com o Brasil de ontem, melhoramos em quase todos os quesitos. O que NINGUÈM diz é o seguinte:

– NOSSA TAXA DE JUROS CONTINUA SENDO A 5a maior do planeta, e os BANCOS NUNCA GANHARAM TANTO DINHEIRO COMO AGORA!
– Em 2000, o PIB brasileiro era 2,15% do PIB mundial e depois da era lula, passou a ser 1,95% (diminuímos nosso peso na economia mundial)
– Em 2000, 80% das nossas exportações eram de produtos manufaturados e semi-manufaturados, e apenas 20% era de produtos básicos (de menor valor agregado). Em 2009, o peso dos prudutos básicos passou a ser de 45% das exportações, ou seja, VOLTAMOS A SER UM PAIS EXPORTADOR DE COMMODITIES!
– Em 1990, o valor médio das exportações do Brasil era de U$ 210/tonelada. Em 2009, o valor médio das exportações do Brasil passou para U$ 220/tonelada. Ao mesmo tempo, o valor médio da tonelada IMPORTADA pelo Brasil passou de U$ 300/ton, em 1990, para U$ 650 em 2009!!!! Mais do que dobrou! OU SEJA: EXPORTAMOS COISAS QUE VALEM POUCO E IMPORTAMOS PRODUTOS INTENSIVOS EM TECNOLOGIA E INTELIGÊNCIA.

Por que o mundo nos aplaude??? Estamos praticando a política que interessa A ELES! Exportamos comida e produtos de baixo valor (commodities) e pagamos royalties e compramos produtos de alta tecnologia! Pensem bem. Se fosse um presidente neo-liberal, não conseguiria se manter no cargo com esta política que interessa aos bancos e as multinacionais. Como é um cara de esquerda praticando uma política de interesse dos grandes grupos internacionais, o lula É O CARA!!!!! Claro!!!!

Já fomos a 8a economia do mundo, e hoje somos a 13a economia do mundo. No índice de competitividade global, do World Econmic Forum, estávamos em 45o lugar em 2001, e acabamos em 64o lugar em 2009. Na área social. melhoramos nosso IDH, mas em 2000 tínhamos o 69o IDH do mundo, e em 2009 caímos para 75a posição!!!!! Se considerarmos o GINI (que mede a desigualdade), o Brasil, depois da era lula, atingiu 0,56, mas é o sétimo país em desigualdade social, na frente apenas da Bolívia, Camarões, Madagascar (0,60), África do Sul, Haiti, e Tailândia (0,59). Na educação, colocamos mais crianças na escola (num esforço que começou e foi MAIOR no governo FHC), mas continuamos PIORANDO nosso desempenho em TODOS os testes internacionais!!!!

Em resumo, AO CONTRÀRIO DA PROPAGANDA OFICIAL, NÂO ESTAMOS NO RUMO CERTO!!! Continuamos um paraíso para o bancos e a agiotagem internacional, reduzimos a desigualdade e a pobreza num ritmo INFERIOR ao de outros países, NÂO MELHORAMOS significativamente na EDUCAÇÃO, e continuamos a ser um país exportador de commodities e importador de produtos de valor agregado.

Me desculpem desafinar o coro dos contentes, mas estamos no rumo errado!!!! E NINGUÈM vai me convencer que podemos acertar nos aliando com Sarney, Jader Barbalho, Renan, Iris Resende, DEM, PTB e que tais!!!!! Não acho que lula e FHC são bandidos ou mocinhos. Se existem bandidos, a lista acima me parece mais adequada… Esta turma está presente como fiel da balança em todos os governos. POR QUÊ? Por que PT, PSDB, PSB, PCdoB, os Verdes e a parte boa do PMDB não se unem para governar e colocar pra correr esta corja que continua sangrando o Brasil? Continuar fomentando uma briga entre PT e PSDB é fazer o jogo desta turma, que precisa que esta briga continue para continuar se locupletando.

Votei na Marina para tentar mudar um pouco isto. Ela, pra governar, ia ter que buscar apoio no PT e no PSDB. Ela perdeu e esta estratégia ficou mais complicada. Acho agora que a arrogância da Dilma e lula nos impedirá de construir outra política. Eles estão "se achando", e parafraseando o poeta, quem se acha, vive se perdendo…