Não é preciso jogar o celular fora. Mas dá para deixar seu uso menos perigoso.

Hands-free: manter o celular longe do corpo diminui a incidência de radiação eletromagnética

Hands-free: manter o celular longe do corpo diminui a incidência de radiação eletromagnética (Thinkstock).

Com o anúncio da Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer, braço da Organização Mundial da Saúde, de que as ondas eletromagnéticas emitidas pelos celulares podem causar tumores cerebrais, o que fazer com os aparelhos? Ainda é seguro continuar falando pelo celular?

Uma das primeiras pesquisadoras a afirmar que os celulares podem causar câncer, a americana Devra Davis, PhD e professora de epidemiologia na Universidade de Pittsburgh, dá algumas dicas de como usar com segurança os celulares em seu livro Disconnect – The Truth About Cell Phone Radiation, What the Industry Has Done to Hide It, and How to Protect Your Family (Desconecte – A verdade sobre a radiação dos celulares, o que a indústria fez para escondê-la, e como proteger sua família), lançado em setembro de 2010.

Para Devra, não é preciso jogar o celular fora. Basta saber usá-lo (ela mesmo mantém seu aparelho, mas usa com um kit hands-free).

Veja abaixo suas principais recomendações:

Mantenha fora do alcance das crianças

O uso de celular pode causar um tipo específico de câncer, o glioma, que atinge o cérebro. Crianças são mais suscetíveis às mutações genéticas causadas pelas ondas do celular por ainda não possuírem a barreira hemato-encefálica (que protege o cérebro) totalmente formada. Quanto mais jovens, mais vulneráveis. Por isso o ideal é evitar o uso nessa faixa etária.

 

Use fones de ouvido

Usar fones de ouvido aumenta a distância entre o aparelho e o corpo e reduz a exposição à radiação.

 

Não carregue junto ao seu corpo

Mesmo que não esteja sendo usado, o celular emite radiação. Deixe na bolsa ou na mochila.

 

Não deixe o celular sob o travesseiro

Enquanto você dorme, o celular não deixa de emitir radiação eletromagnética. Mantenha-o a uma distância segura.

 

Cuidado com o sinal fraco

Segundo Devra Davis, em standby ou com o sinal fraco é quando o celular emite mais radiação. Evite o uso durante este período.Segundo a Organização Mundial de Saúde, "usar o telefone em áreas com boa recepção também diminui a exposição, pois permite que o telefone transmita com menor potência.".