Alegoria da Caverna – da obra “A República”, de Platão.pps (clique para ver a história)

Maurício de Souza faz uma analogia ao tema de Platão, ilustrando de forma divertida a idéia do filósofo. Em seus quadrinhos, ele consegue mostrar que um texto tão antigo parece ser atual, e como, mesmo com o passar dos séculos, o ser humano continua condicionado a uma vida determinada pelo ambiente à sua volta.

Na história de Maurício, há um final feliz para os indivíduos da caverna na era pré-histórica, que acabam por conhecer a verdade sobre a vida. Mas, com o passar das eras, a história acaba se repetindo e, nos dias atuais, a televisão passa a ser a grande manipuladora da mente humana, nos induzindo a levar uma vida de acordo com os conceitos e regras apresentados.